Ibicuitinga assina convênio do PADIN

O Programa de Apoio ao Desenvolvimento Infantil (Padin) atenderá 50 municípios cearenses em 2018. Nesta terça-feira(27), durante o Seminário: Padin uma realidade do Ceará, o secretário da Educação, Idilvan Alencar, e a primeira-dama do Ceará, Onélia Santana, assinaram o convênio para expansão do programa em 15 novos municípios, os quais irão se somar aos 35 já assistidos pelo Padin.

Os municípios beneficiados são Tejuçuoca, Bela Cruz, Chaval, Coreaú, Pires Ferreira, Senador Sá, Paramoti, Santa Quitéria, Ibicuitinga, Ibaretama, Cariús, Monsenhor Tabosa, Deputado Irapuan Pinheiro, Potengi e Farias Brito. Em cada localidade, estarão envolvidos 01 supervisor, 08 Agentes de Desenvolvimento Infantil (ADIs) e 80 famílias. Serão investidos R$ 2,1 milhões nas ações do programa.

O Seminário contou com professores e técnicos de Educação Infantil das redes públicas de ensino municipal e estadual e encerrou o processo de Formação do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Infantil (Padin), iniciado em 2017, ano de implementação do projeto.

A primeira-dama agradeceu o compromisso e a parceria dos supervisores e agentes na execução do Padin. Segundo ela, o objetivo é que o programa seja expandido para os 184 municípios cearenses. “A ideia é levarmos o Padin para todo o Estado. Para isso, vamos continuar acompanhando de perto o atendimento às famílias, garantindo o desenvolvimento das competências das crianças por meio do vínculo familiar para que se tornem adultos com uma boa formação intelectual e emocional”, destacou Onélia Santana.

 

O programa

O Padin tem como finalidade formar competências familiares necessárias para garantir o bem-estar físico, emocional, social, cultural, a linguagem, o desenvolvimento cognitivo, as habilidades de comunicação e os conhecimentos gerais na primeira infância. No ano passado, atendeu 2.711 famílias, provenientes de 35 municípios . A ação faz parte de um dos eixos do Programa Mais Infância Ceará, desenvolvido pelo Gabinete da Primeira-Dama do Estado, que consiste em três pilares: Tempo de Brincar, Tempo de Crescer e Tempo de Aprender.

O programa visa apoiar as famílias em condições de pobreza e vulnerabilidade social no cuidado e na educação de suas crianças de 0 a 3 anos e 11 meses, prioritariamente que ainda não tem atendimento à creche. O Padin realiza visitas domiciliares, encontros coletivos e comunitários para acompanhar e orientar as mães, os pais e/ou os cuidadores das crianças nessa faixa etária.

 

Governo do Estado do Ceará

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *